Os ministros independentes do novo Governo

Written by  //  21 de Junho de 2011  //  Especial Eleições Antecipadas, Por Perto  //  No comments

Passos Coelho prometeu e cumpriu: a constituição do novo Executivo não passa apenas pelos dois partidos da coligação PSD e CDS. Descubra quem são os ministros independentes que entram agora na política.

Vítor Gaspar – Ministro das Finanças

Um dos grandes economistas portugueses e nome muito aclamado no meio. Foi director do Departamento de Estudos do Banco Central Europeu e director do Bureau de Conselheiros de Política Europeia da Comissão Europeia. Em Portugal, o economista exerceu diferentes cargos dentro do Banco de Portugal. Candidato Independente, a sua experiência política acentua apenas na chefia do gabinete de Miguel Beleza, no Ministério das Finanças do Executivo de Aníbal Cavaco Silva.

Álvaro Santos Pereira – Ministro da Economia

Doutorado em Economia, o novo ministro é docente na Simon Fraser University e dá aulas também na University of British Columbia. Apresenta-se com uma das solenidades da economia, com vários livros publicados sobre a crise portuguesa. É também colaborador da imprensa nacional, sendo colunista de vários órgãos de comunicação. É inclusive autor do blogue “Desmitos”. O professor universitário chega agora à política para lidar com a pasta da Economia.

 

Nuno Crato – Ministro da Educação

Com 59 anos, é o ministro mais velho do Executivo. Fez a sua licenciatura em Economia pelo ISEG, onde é agora Professor Catedrático de Matemática e Estatística. Fez depois Mestrado em Métodos Matemáticos para Gestão de Empresas e o Doutoramento nos Estados Unidos em Matemática Aplicada. Foi presidente da Sociedade Portuguesa de Matemática e da Assembleia Geral do Centro Internacional de Matemática.

Paulo Macedo – Ministro da Saúde

Paulo Macedo, licenciado em Gestão de Empresas pelo ISEG  é o novo rosto da Saúde em Portugal. Numa altura em que se fala em optimização de serviços e sustentabilidade do SNS, chega um gestor para liderar a pasta que acusam de ter sido mal gerida. O actual vice-presidente do Conselho de Administração do Executivo do BCP, teve lugar na política com o cargo de director-geral dos impostos no Governo de Durão Barroso.

About the Author

Diana Rodrigues

Aspirante a Jornalista, estudo Ciências da Comunicação na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Apaixonada pela escrita e tudo o que ela envolve. Escrevo, leio e danço. Um caderno, um lápis, um livro e um mp3 são objectos essenciais. Fernando Pessoa dizia "Tenho em mim todos os sonhos do mundo", e apesar de não ter pessoas a viver dentro de mim, os sonhos também os tenho.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm