Governo quer reestruturar dívida das empresas de transportes e fim do TGV

Written by  //  28 de Junho de 2011  //  Especial Eleições Antecipadas, Por Perto  //  No comments

O novo Executivo vai dar prioridade à reestruturação da dívida das empresas de transportes públicos e promete rever os sistemas tarifários. O programa de Governo refere ainda o fim da construção do TGV.

O Governo de Pedro Passos Coelho já entregou na Assembleia da República o programa que vai usar na governação na próxima legislatura. No plano dos transportes, o Executivo promete resolver os problemas financeiros das empresas de transportes públicos. No documento é sublinhado que se vai “proceder à reestruturação da dívida financeira histórica das empresas públicas de transportes”, isto através principalmente da “redução da dívida através da alienação de activos não essenciais e da privatização de participadas”.

Por outro lado, as tarifas vão ser revistas e simplificadas. No programa de Governo é dito que o Executivo vai “proceder à revisão e simplificação dos sistemas tarifários e ao ajustamento dos respectivos níveis, sem prejuízo da adopção de medidas de protecção dos cidadãos com menores rendimentos”.

Sobre a Alta Velocidade, o Governo promete parar a construção do TGV entre Lisboa e Madrid. Apesar disso, o Executivo promete analisar o dossier, já que é necessário avaliar os contratos assinados. “Suspender o projecto de Alta Velocidade Lisboa – Madrid. Poderá sujeitar-se o projecto a uma reavaliação, incluindo o seu conteúdo e calendário, numa óptica de optimização de custos, à luz dos novos condicionalismos, e que deverá ter em conta o estatuto jurídico dos contratos já firmados. Uma eventual renegociação só poderá proceder de uma avaliação deste tipo”, refere o Programa.

About the Author

Diogo Carreira

Sempre sem juízo, numa luta constante pela liberdade de imprensa e de expressão. Jornalista profissional desde 2008, mas com o bichinho da escrita e da imagem desde os gloriosos anos da primária. O gravador em mini K7 transformou-se num iPhone, a máquina fotográfica de rolo é agora uma digital. O papel e caneta? Esses são os mesmos.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm