Governo quer exames feitos por uma “unidade independente”

Written by  //  28 de Junho de 2011  //  Especial Eleições Antecipadas, Por Perto  //  No comments

Pedro Passos Coelho vai criar uma unidade independente para fazer os exames nacionais. O Programa de Governo prevê provas no fim de cada ciclo de estudos, incluindo no 4º ano.

O Programa de Governo foi apresentado esta terça-feira e não esquece a educação.  De acordo com o ponto “O Desafio do Futuro”, o Executivo de Pedro Passos Coelho pretende implementar diversas reformas no sistema de ensino português. Provas para o 4º, 6º e 9º ano, bem como a manutenção dos exames já existentes de 11º e 12º ano, são as propostas do novo Governo. Com a “generalização da avaliação nacional” pretende-se melhorar os resultados alcançados a nível nacional.

A responsabilidade destas provas passa a ser de uma “unidade autónoma e independente”. O documento diz que vai ser desenvolvida uma “unidade autónoma e independente, capaz de se relacionar com entidades internas e externas ao Ministério, com competências cientificas em várias áreas, de forma a conceber e aplicar provas e exames nacionais validados, fiáveis e comparáveis”.

Deste modo, a parceria existente entre a entidade que realiza os exames nacionais e o Ministério da Educação irá terminar. Ainda não é claro se o Gabinete de Avaliação Educacional (GAVE) será extinto ou reestruturado. O principal objectivo destas medidas é criar um sistema de avaliação nacional credível e estruturado, se forma a ser possível estabelecer comparações e metas com fim a melhorar os resultados.

Para além destas medidas, muitas outras serão implementadas em todos os níveis de ensino.

About the Author

DezInteressante

Para quem se interessa.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm