Se fumar o seu cigarro, verifique também o seu maço

Written by  //  7 de Agosto de 2011  //  Por Perto  //  1 Comment

Através de um site na internet, o consumidor pode agora verificar a autenticidade do seu maço de tabaco. Este serviço surge na sequência do aumento do número de cigarros contrabandeados apreendidos pela GNR.

Desde o início do ano até ao mês de Julho, a GNR já apreendeu mais de 2 500 milhões de cigarros de contrabando. O valor monetário do tabaco apreendido é de 456 168 euros.

Reconhecendo a importância do combate à contrafacção de tabaco e o papel que os consumidores do produto podem desempenhar nesta tarefa, a Direcção-geral das Alfândegas e dos Impostos Especiais sobre o Consumo (DGAIEC), a GNR e a Tabaqueira desenvolveram um site que permite verificar a autenticidade dos maços de tabaco. Se acederem a www.verifiqueoseumaco.com.pt, os consumidores vão poder saber se o seu maço de tabaco é ou não genuíno, através da colocação do código alfanumérico de 12 caracteres que consta no maço no campo de verificação apropriado. As respostas obtidas podem ser três: “Código válido” se o produto é autêntico, “Contrafeito” se é contrafeito ou “Código inválido” se o código é inválido ou se já foi inserido antes. Este código ainda só está presente em tabaco Marlboro, um dos  mais contrafeitos no mercado, o que restringe este serviço a cigarros da referida marca. No entanto, é esperado um alargamento desta forma de verificação a outras marcas.

Deste modo, as entidades da parceria esperam levar os consumidores a reportarem os casos de ilegalidade às autoridades e também alertá-los para os perigos do consumo de tabaco de contrabando.

Amândio Marques, tenente-coronel da Unidade de Acção Fiscal da GNR, apontou a crise que Portugal atravessa actualmente e a elevada carga fiscal que recai sobre o tabaco como razões que justificam o aumento do contrabando do produto no país. Segundo Amândio Marques, “antes éramos um país de trânsito, os cigarros passavam por Portugal com destino a outros países da União Europeia. Neste momento continuamos a ser um país de trânsito, mas devido à carga fiscal também já somos um país de destino e bastante apetecível”.

About the Author

Catarina Cardoso

Estudante do 2º ano de Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa.

View all posts by

One Comment on "Se fumar o seu cigarro, verifique também o seu maço"

  1. Anónimo 27 de Maio de 2013 às 17:27 · Responder

    fdppppppp

Leave a Comment

comm comm comm