Editorial: É preciso que alguém faça alguma coisa

Written by  //  16 de Setembro de 2011  //  Editorial  //  No comments

O que Portugal soube hoje é suficiente para lançar o alerta vermelho de vez. Os políticos são pessoas normais, como qualquer cidadão comum. Por isso, têm de ser julgados como qualquer outro português. Um buraco nas contas da Madeira que agora chega aos cerca de dois mil milhões de euros mostra que alguma coisa tem de ser feita.

Comparar esta situação à revisão das contas nacionais no tempo de José Sócrates só pode ter uma de duas explicações: ou se tem o objectivo de enganar os portugueses ou simplesmente não se sabe do que se está a falar. Ou seja, não há qualquer desculpa para Alberto João Jardim ficar impune a toda esta situação. Foi a gota de água. Esconder contas e dívidas na gaveta que agora põe em causa todo o futuro nacional não pode ficar também isto na gaveta.

Quando as contas foram revistas, deveu-se a uma mudança de regras do Eurostat que obrigou o Estado a introduzir dívidas [já conhecidas] de empresas públicas. Neste caso, desde 2003, que a Madeira escondia, não revelava, mentia, ocultava, contas que agora têm de ser pagas. Silva Lopes é apenas uma das vozes que defende penas para os políticos que não cumprem metas orçamentais. Agora vai o PSD e o CDS a correr fazer a lei. Já não basta fazer leis, é preciso actuar.

Exige-se, os portugueses exigem, que seja feita justiça. Os portugueses estão a pagar a crise, estão a perder parte do imposto de Natal e ainda não partiram nada. Não há direito que uma pessoa possa fintar tudo isto e mandar o esforço de todos pelo cano abaixo. Assim, nunca havemos de ver a luz à fundo do escuro e uma dia o povo farta-se.

Boas palavras para todos
Diogo Carreira

About the Author

Diogo Carreira

Sempre sem juízo, numa luta constante pela liberdade de imprensa e de expressão. Jornalista profissional desde 2008, mas com o bichinho da escrita e da imagem desde os gloriosos anos da primária. O gravador em mini K7 transformou-se num iPhone, a máquina fotográfica de rolo é agora uma digital. O papel e caneta? Esses são os mesmos.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm