Entre posts e rabanadas

Written by  //  20 de Dezembro de 2011  //  Dez.Conversas, Natal 2011  //  No comments

A blogosfera vestiu-se de barbas brancas para celebrar o Natal. Os autores dos blogues Stylista, Confissões de Uma Mente Depravada, Às Nove no Meu Blogue e O Arrumadinho confidenciaram ao DezInteressante memórias e desejos natalícios… ou nem por isso.

Partilham diariamente alegrias e angústias nos seus blogues. E, com a noite de Consoada a chegar, há todo um espírito natalício que palpita nas páginas de O Arrumadinho, Às Nove no Meu Blogue, Confissões de Uma Mente Depravada e Stylista. Ao DezInteressante, os bloggers responderam a questões extremamente sérias e deveras importantes sobre a quadra natalícia.

O que é que o Pai Natal faz nos outros 364 dias do ano?

O Arrumadinho: Olhando para a figura do senhor, diria que passa o tempo a comer e a dormir, o que até é aceitável, tendo em conta que vive na Lapónia, uma terra gelada e muito pouco interessante. Acredito que também passe grande parte do tempo a ler as cartas que recebe do mundo inteiro, mas não acredito que os 364 dias lhe cheguem. E digo isto porque tenho a certeza que nunca chegou a ler todas as que lhe escrevi em miúdo. Não é, senhor pai natal? Lembra-se quando em 1982 lhe pedi o castelo da Playmobil? Não se lembra, pois não? Naturalmente que não, porque não leu a minha carta. Só assim se justifica que tenha recebido uma camisola de lã que me picava o pescoço e umas jardineiras de bombazina verdes que me faziam parecer um dos seus duendes. E lembra-se de em 1986 lhe ter escrito a pedir uma BMX? Não se pode lembrar, porque me trouxe um carro telecomandado com um fio, quando já ninguém brincava com carros telecomandados com fio. E em 1990, não chegou aí uma cartinha a pedir um Commodore Amiga? Não deve ter chegado, porque o que recebi foi uma televisão a preto e branco para continuar a jogar no meu Timex 2048. Com tudo isto, só posso concluir o que disse no início: tenho a certeza de que o senhor pai natal passa o tempo a comer, a dormir, a ver a Casa dos Segredos da Finlândia, e só acorda para a vida em cima da data, e depois não consegue ler tudo, e dá asneirada.

Qual é a sua memória de Natal favorita?

Às Nove no Meu Blogue: As minhas memórias de natal favoritas são as noites de consoada passadas em casa dos meus avós paternos, com toda a família reunida, sempre mais de trinta pessoas à mesa, todas as iguarias deliciosas preparadas pela minha avó, as músicas de natal tocadas e cantadas pelos meus tios, o meu pai a ensinar-nos (a mim e à minha irmã) a dançar e a corrida no dia 25 de manhã para abrir os presentes. Os meus natais são sempre um bom álbum de recordações, doces e ternos.

Quem gostava que levasse com um dejecto da rena Rudolfo?

Confissões de Uma Mente Depravada: Quem eu gostava de ver coberto com uma poia da rena Rudolfo, era sem qualquer sombra de dúvida o André Sardet. Porquê? Porque é um ser altamente irritante, que por mais músicas que tenha parece que está sempre a cantar o mesmo, com aquele ar de encornadinho manso que o caracteriza. Ainda por cima, alguém se lembrou que o gajo agora deve aparecer dia sim, dia não na TV, a cantar devido à época festiva.

Quem deseja ver descer pela chaminé na noite de 24 de Dezembro?

Stylista: Quem eu gostava mais de conhecer neste momento é o meu filho – que ainda está na barriga e está proibido de chegar antes de Março! – mas é sem dúvida quem eu tenho mais vontade de VER. Podia descer só uma fotografia de como ele será, já não era mau.

About the Author

Cátia Soares

Estudante de Ciências da Comunicação. Sonhadora nata com vontade de aprender mais sobre o mundo e o jornalismo através de projectos tão (dez) interessantes quanto este.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm