Há ideias que têm de sair do papel

Written by  //  24 de Janeiro de 2012  //  Artes Virtuais  //  1 Comment

Opinião

Desde há cerca de meio ano que faço questão de andar sempre com um caderno e caneta, pois nunca se sabe quando virá a próxima grande ideia. E a verdade é que toda a questão parece psicológica: se temos algo onde registar ideias, parece que as ideia fluem mais facilmente, pois caso contrário teremos um objectivo inutilizado connosco.

O grande problema não é a ideia que escrevemos, mas aquela que fazemos realmente andar. Seja para o trabalho, para uma questão pessoal ou para um projecto profissional independente, a verdade é que há ideias que são despejadas no papel e daí não mais saem, qual cemitério de criatividade que tudo permite mas tudo elimina.

Ideias que saem do papel

Há algum tempo cruzei-me com a imagem abaixo através do Fancy, uma plataforma de curadoria que aconselho a qualquer “inspiration junkie”, que ilustra precisamente o tema aqui descrito.

Claro que esta é uma comparação exagerada: não queremos que as palavras fluam de repente do papel para a vida real, e vivam por si só. Mas em termos figurativos, é precisamente esse o objectivo: anotar aquilo que achamos que pode trazer valor ao mundo, dar tempo de processamento à ideia em si, mas eventualmente pegar nesse conceito e executar, executar, executar.

“Pessoas com ideias”

Muito se fala dos jovens empreendedores, das “pessoas com ideias” que parecem querer reconduzir este país e o mundo. Mas eu não gosto de “pessoas com ideias” se isso significar que pensamos muito mas fazemos pouco, até porque ideias qualquer pessoa pode ter (até os que “não são criativos”, questão que já referi neste espaço que acho ridícula).

Claro que são valências complementares, e precisamos efectivamente de quem pense e de quem faça. Mas convenhamos: é uma combinação complicada de se encontrar em qualquer pessoa. E também não é caso para dizer que devemos preferir os primeiros ou os segundos.

Mas que haja menos “pessoas com ideias”, e que haja mais “pessoas com planos”. Uma ideia que não sai do papel não passa de um rabisco, ao passo que um plano implica obrigatoriamente uma fase de implementação.

About the Author

DezInteressante

Para quem se interessa.

View all posts by

One Comment on "Há ideias que têm de sair do papel"

Trackbacks for this post

  1. A arte está a ficar democrática | Dezinteressante

Leave a Comment

comm comm comm