Nota positiva na avaliação da troika. Portugal vai receber mais 14,9 mil milhões de euros

Written by  //  28 de Fevereiro de 2012  //  Por Perto  //  No comments

Portugal “está no bom caminho”. Em comunicado, a troika elogia o país mas alerta para a necessidade de “esforços adicionais” em termos de reformas estruturais.

A terceira avaliação da troika em Portugal chegou ao fim e Portugal passou com nota positiva, segundo anunciou o ministro das Finanças, Vítor Gaspar, na manhã desta terça-feira. Como resultado, o país vai receber uma nova tranche do empréstimo no valor de 14,9 mil milhões de euros.

Vítor Gaspar afirmou, em conferência de imprensa, que as medidas previstas foram adoptadas na sua generalidade, o que “ilustra a nossa capacidade de executar um programa exigente, apesar da evolução desfavorável das condições envolventes”. No entanto, o ministro das Finanças explicou que “a viragem cíclica da economia será percebida com atraso”, prevendo assim uma maior recessão e um aumento da taxa de desemprego, de 14,5%, para 2012, que começa a “descer ligeiramente” em 2013.

Num comunicado entretanto divulgado pelas equipas do Fundo Monetário Internacional (FMI), do Banco Central Europeu (BCE) e da Comissão Europeia, a missão conjunta considera que “o programa está no bom caminho, mas subsistem alguns desafios”. Embora elogiando as reformas estruturais que estão a potenciar o crescimento do país, os técnicos da troika defendem que “são necessários esforços adicionais para recuperar o atraso de Portugal em matéria de reforma estrutural dos sectores de serviços de rede e serviços protegidos”.

Para a troika, Portugal está a “progredir positivamente” no que se refere às reformas que visam o “desbloqueamento do sistema judicial”, as privatizações e à promoção do mercado de arrendamento. Mas é preciso mais. Reduzir as “altas margens de retorno” às empresas no mercado da electricidade e “assegurar condições de equidade” nas telecomunicações são dois aspectos salientados pelos técnicos.

O dinheiro pode vir a ser recebido já em Abril, estando as conclusões dependentes do “Conselho de Administração do FMI, do ECOFIN e do Eurogrupo”, ainda de acordo com o comunicado, A missão conjunta do FMI, do BCE e da Comissão Europeia esteve em Lisboa de 15 a 27 deste mês. No próximo mês de Maio, a troika reúne-se novamente em Portugal para a quarta avaliação ao programa de ajustamento financeiro do país.

About the Author

Ana Raquel Serrano

Licenciada em Ciências da Comunicação, segui para o mestrado por acreditar que, de uma maneira ou de outra, devemos estudar a vida toda. Tenho muitas coisas preferidas e o que o jornalismo me oferece é a possibilidade de experimentar e conhecer melhor todas elas. Decidi então juntar-me ao projecto que é o Dez por ter vontade de aprender e de criar algo que corte com o meu dia-a-dia, mas sobretudo por saber que o que pretendemos fazer é inovador, tem futuro e, claro, é interessante.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm