“Portugal será bem-sucedido”

Written by  //  20 de Abril de 2012  //  Por Perto  //  No comments

O Presidente da República acredita que Portugal vai ultrapassar a crise económica com sucesso, apesar da exigência do memorando da troika. No Fórum Económico Portugal-Polónia, Cavaco Silva deixou uma “mensagem de esperança e confiança” e incentivou as empresas polacas a investir em Portugal.

“Portugal sempre superou com sucesso, e mais rapidamente do que o previsto, as suas crises de financiamento externo. Estou certo de que o conseguiremos fazer uma vez mais”. Esta é a convicção do Presidente da República, que acredita na rápida recuperação económica do país, mesmo tendo em conta a exigência do programa de ajustamento assinado com a troika. No dia da abertura do Fórum Económico Portugal-Polónia, esta sexta-feira, Cavaco Silva deixou uma “mensagem de esperança e confiança no futuro da economia portuguesa”.

Na presença do seu homólogo polaco, Cavaco Silva elogiou não só o Governo português, que “tem demonstrado uma sólida determinação e um claro empenho” em cumprir o memorando de entendimento, mas também exaltou o clima de tranquilidade em que se vive, apesar das duras medidas impostas. De acordo com o chefe de Estado português, é este “ambiente” que tem permitido “manter um grau relativamente elevado de diálogo político e social”.

Além de defender que “Portugal será bem-sucedido” a ultrapassar a crise, Cavaco Silva desafiou as empresas polacas a investir no nosso país, considerando que o “futuro será promissor” para quem o faça. “Portugal está empenhado em retirar o maior proveito da transformação económica em curso e sabemos que os investidores mais ousados e atentos à evolução da nossa economia serão aqueles que maior retorno poderão obter”, garantiu.

Antes da intervenção de Cavaco Silva, o Presidente da Polónia, Bronislaw Komorowski, deixou também uma mensagem de esperança e salientou que “temos de ter coragem para investir, pensando não só no dia de hoje, mas também no futuro”. Komorowski exaltou, igualmente, os portugueses que investiram na Polónia, tendo sido dos primeiros a fazê-lo quando “os tempos ainda eram difíceis”.

About the Author

Ana Raquel Serrano

Licenciada em Ciências da Comunicação, segui para o mestrado por acreditar que, de uma maneira ou de outra, devemos estudar a vida toda. Tenho muitas coisas preferidas e o que o jornalismo me oferece é a possibilidade de experimentar e conhecer melhor todas elas. Decidi então juntar-me ao projecto que é o Dez por ter vontade de aprender e de criar algo que corte com o meu dia-a-dia, mas sobretudo por saber que o que pretendemos fazer é inovador, tem futuro e, claro, é interessante.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm