O dia em que Portugal se uniu no Terreiro do Paço

Written by  //  30 de Setembro de 2012  //  Por Perto  //  No comments

A crise voltou a reunir milhares de portugueses em Lisboa. Desta vez foi no Terreiro do Paço, numa manifestação convocada pela CGTP. O protesto reuniu muitos estreantes nestas lides: os portugueses deixaram de ficar no sofá e decidiram sair à rua para gritar pelos seus direitos.

Com pequenas bandeiras de Portugal enroladas debaixo dos braços, são vários os portugueses que, perto das 14h de sábado, se preparam para a luta. O comboio suburbano que liga Azambuja a Alcântara-Terra enfrenta uma agitação fora do comum para um sábado à tarde. Preenchidos por pequenos grupos, os bancos do transporte público embalam conversas de contestação ao actual estado do país.

A próxima paragem é o Oriente. Dezenas de pessoas abandonam o comboio. Satisfeito com a grande quantidade de pessoas que se deslocam ao Terreiro do Paço, um homem de meia-idade, à saída, grita de braço no ar: “Vamos lá! Todos à luta!”. No Metro o espírito mantém-se. Dezenas de pessoas aguardam, em cada uma das estações, a chegada do metropolitano que as transportará até à Praça do Comércio. “Nunca acreditei no PSD, nem votei nele”, disse uma idosa à senhora que a acompanhava no banco ao lado, com um tom de descrença que se espalhava também pelas rugas vincadas.

Aqui, nota-se com facilidade que são muitos os que pela primeira vez saem à rua. “Há quase dez anos que não ando de metro. O Terreiro do Paço já tem estação?”, pergunta outra idosa à neta que a acompanha. Assim que se abandona o metropolitano ouve-se o hino nacional português que ecoa à superfície. “Pela Pátria lutar. Contra os canhões marchar, marchar”, grita a multidão. “Hoje é mesmo dia de confusão. Queira Deus que tudo corra bem”, acrescenta, preocupada, a idosa.

About the Author

Cátia Carmo

Praticante assídua de vários tipos de desporto e amante da escrita, desde os meus 11 anos que decidi lutar para conjugar, profissionalmente, estas minhas duas paixões através de uma só: o jornalismo. Agora estudante de Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa vejo, aos poucos, o sonho a tornar-se realidade.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm