Escassez de água vai afectar metade da população em 2030

Written by  //  13 de Dezembro de 2012  //  Tecnociencia  //  No comments

Água e comida vão ser bens escassos em 2030, revelou um relatório sobre as tendências mundiais dos próximos 15 anos. As economias asiáticas vão prosperar, estimando-se que reúnam mais poder do que a América do Norte e a Europa juntas.

O crescimento populacional deverá gerar conflitos em relação a recursos como água e comida, em particular no Médio Oriente e em África, revelou o relatório de Tendências Globais 2030, divulgado esta semana. “Quase metade da população mundial poderá ter grandes dificuldades de acesso a água”, acredita Christopher Kojm, líder do Concelho Nacional de Inteligência, que analisou as tendências mundiais para os próximos 20 anos.

 O desenvolvimento da tecnologia e a cooperação entre nações são duas das armas a utilizar para evitar este cenário. “Na maioria dos casos, será possível gerir, se se tomarem medidas… agora”, defende Kojm. O autor vê na aliança entre EUA e China uma das possíveis tendências, reconhecendo que, em 2030, as economias asiáticas serão mais poderosas do que as da América do Norte e da Europa juntas.

Nos países do mundo onde se tem verificado um envelhecimento da população, a economia deverá desacelerar, dificultando a manutenção de padrões de vida elevados. O relatório prevê que, em 2030, dois terços da população pertençam à classe média e vivam em cidades, ligados pelos elevados avanços tecnológicos.

About the Author

Cátia Soares

Estudante de Ciências da Comunicação. Sonhadora nata com vontade de aprender mais sobre o mundo e o jornalismo através de projectos tão (dez) interessantes quanto este.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm