Número de portugueses com subsídio de desemprego atinge valor histórico

Written by  //  16 de Dezembro de 2012  //  Por Perto  //  No comments

No passado mês de Outubro, o número de pessoas que receberam subsídios de desemprego quase chegou a 375 mil portugueses. Este foi o segundo mês com mais beneficiários deste apoio social em 2012, tendo Setembro sido o primeiro.

Segundo os mais recentes dados disponibilizados no site da Segurança Social, em Outubro 374 277 pessoas beneficiaram de um dos seguintes tipos de subsídio de desemprego: subsídio de desemprego, o subsídio social de desemprego inicial, subsídio social de desemprego subsequente ou prolongamento de subsídio social de desemprego. Em 2012, o mês com maior número de pessoas a receber subsídio de desemprego, até ao momento, foi Setembro, com 375 041 pessoas. No entanto, este apoio social continua a não incluir nem metade dos desempregados.

Comparando os números de Outubro de 2011 com os de Outubro de 2012, os dados da Segurança Social mostram que os beneficiários das prestações de desemprego é superior este ano, com 81 mil pessoas a mais que no ano passado. Os últimos números do Instituto Nacional de Estatística demonstram que no final do terceiro trimestre deste ano estavam contabilizados 870 mil desempregados. A taxa de desemprego subiu para os 15,8 por cento. Os dados do Eurostat (gabinete de estatística da União Europeia) calculavam a taxa de desemprego em Portugal em 16,3 por cento no mês de Outubro.

Segundo a informação da Segurança Social referente a Outubro, a zona Norte de Portugal era a que tinha mais beneficiários de prestações de desemprego, chegando aos 135 mil, com o centro distrital do Porto a atingir 85 mil pessoas que receberam este apoio social. Porém, o centro distrital com menos beneficiários do país também se encontrava na região Norte. Bragança contava apenas três mil pessoas a receber prestações de desemprego no mês de Outubro. No Centro, 70 mil beneficiários foram registados nesse mês. Em Lisboa e Vale do Tejo contaram-se 116 mil e no Algarve 18 mil. Nos Açores, eram sete mil e na Madeira 11 mil.

Porém, o Rendimento Social de Inserção (RSI) teve uma quebra de 1,9 por cento, de Setembro para Outubro. Segundo as mais recentes estatísticas do Instituto da Segurança Social, apresentadas no seu site, o número de pessoas que recebem esta prestação social em Outubro foi de 285 011 beneficiários. Em relação a Setembro registaram-se menos 5542 pessoas, com 290 635 beneficiários. Face a Janeiro, a quebra é de cerca de 10 por cento, já que no primeiro mês do ano havia 318 685 pessoas a usufruir deste rendimento.

Ao comparar Outubro de 2012 com Outubro de 2011 vemos também uma quebra semelhante. Em Outubro de 2011, 314 mil pessoas recebiam o RSI, o que significa menos 29 mil pessoas em 2012. O número de beneficiários desta prestação tem vindo a descer desde Julho, quando entraram em vigor as novas regras de atribuição de prestações do sistema de segurança social. Uma das medidas foi deixar fora do RSI todas as pessoas com mais de 25 mil euros em depósitos bancários.

Os dados da Segurança Social mostram que em Outubro a maioria dos beneficiários, 103 679 pessoas, era menor de 18 anos, uma tendência habitual. Na distribuição por sexos, 147 864 dos beneficiários são mulheres e 137 247 são homens. Em relação aos centros distritais, o Porto mantém-se com o maior registo de beneficiários, atingindo as 83 606 pessoas, seguido de Lisboa com 59 790 pessoas e de Setúbal com 23 567. O valor médio da prestação de RSI por cada família foi de 212,16 euros. Por cada beneficiário foi de 83,05 euros. O RSI vai descer no Orçamento do Estado em 2013, sendo uma das prestações sociais que mais desce, com cerca de 22 por cento de menos verba do que 2012, que contou com 390 milhões de euros.

About the Author

Cintia Costa

O meu nome é Cíntia Tomaz da Costa, frequento o curso Ciências da Comunicação, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. O meu objectivo profissional é perseguir uma carreira no jornalismo. Gosto de escrever e ler, mas tenho interesses noutras áreas, como música, dança e desporto, nomeadamente voleibol. Gosto de viajar e conhecer novos lugares, novas pessoas e novos costumes.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm