Bactéria no intestino pode ser a culpada da obesidade

Written by  //  30 de Janeiro de 2013  //  Tecnociencia  //  1 Comment

obesidadeEnterobacter cloacae B29 é a bactéria responsável pelo aumento de peso, segundo investigadores chineses. Depois de realizarem um estudo, os cientistas acreditam que a obesidade está ligada à flora intestinal, o que explica o facto de algumas pessoas comerem bastante e não engordarem.

Se come pouco e engorda facilmente, a resposta pode estar na presença de uma bactéria na flora intestinal. Depois de um estudo com humanos e um com ratos, uma equipa de cientistas chineses concluiu que a Enterobacter cloacae B29 está ligada ao desenvolvimento da obesidade. Com este resultado, os investigadores esperam conseguir achar novos tipos de dietas e, assim, combater a doença do século XXI.

O estudo começou com um jovem obeso de 26 anos, com 174,8 quilos. Este foi submetido a quatro refeições por dia, de apenas 1 344 calorias diárias, tendo sido cada refeição planeada de forma a evitar a reprodução de bactérias no intestino. Em 23 semanas o jovem conseguiu perder 51,4 quilos, chegando aos 123,4 quilos.

Ao longo do estudo os cientistas foram examinando o jovem. Desses testes concluiu-se que, em apenas nove semanas, 35 por cento das bactérias intestinais presentes inicialmente na flora intestinal diminuíram 1,8 por cento. Durante esse período o jovem havia perdido 30,1 quilos. Ao fim das 23 semanas, a Enterobacter cloacae B29 quase não se encontrava.

Após estes resultados, os investigadores realizaram um teste com ratos. Estes foram divididos em dois grupos. Um deles recebeu a bactéria e o outro grupo não, mas todos os animais passaram a ser alimentados com uma dieta de alta caloria. Com este estudo, os cientistas descobriram que os ratos que tinham recebido a bactéria começaram a desenvolver resistência à insulina e a ficar obesos, já os outros não sofreram qualquer alteração no seu peso.

A equipa defende que a flora intestinal é fundamental no desenvolvimento da obesidade e que a bactéria Enterobacter cloacae B29 é a responsável. Assim, os cientistas acreditam ter descoberto o porquê de algumas pessoas comerem mais mas não engordarem, enquanto outras que até comem menos engordam facilmente. Outros tipos de dietas podem então, segundo os especialistas, vir a alterar a flora intestinal, ajudando a combater o desenvolvimento da obesidade.

About the Author

Florbela Lourenço

Vinda do interior do país, estudo Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa. Gosto de ler, escrever e observar o que me rodeia. Tenho como objectivo trabalhar na área do jornalismo, sobretudo em televisão e/ou imprensa.

View all posts by

One Comment on "Bactéria no intestino pode ser a culpada da obesidade"

  1. maria da graça nascimento da silva nascimento 8 de Fevereiro de 2013 às 11:41 · Responder

    AMEI ESSA REPORTAGEM.

Leave a Comment

comm comm comm