“O povo português não pode suportar mais sacrifícios”

Written by  //  26 de Fevereiro de 2013  //  Por Perto  //  No comments

criançaO presidente da Cáritas Portuguesa, Eugénio Fonseca, apelou ao Governo para que faça ver à troika que “o povo português não pode suportar mais sacrifícios”. Para Eugénio Fonseca, a troika deve agir de modo a criar “postos de trabalho”, pois o desemprego é o principal factor “que está a arruinar as famílias”.

A sétima avaliação da troika ao plano de ajustamento que está a ser implementado em Portugal teve início na passada segunda-feira. Neste sentido, e aproveitando esta ocasião, o presidente da Cáritas Portuguesa, Eugénio Fonseca, apelou ao Governo para que faça ver à troika que “o povo português não pode suportar mais sacrifícios”.

Para Eugénio Fonseca, o desemprego é o principal factor “que está a arruinar as famílias portuguesas”. Deste modo, o presidente da Cáritas Portuguesa considera que o Governo deve mostrar “à troika que se há ainda que recuperar mais receita, então que a procurem aplicando princípios de equidade que, até agora, não têm sido evidentes” e que aja no sentido de criar “postos de trabalho”.      

About the Author

Helena Jorge

Estudo Ciências da Comunicação na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Gosto de ler e escrever. Ambiciono ser jornalista na área da televisão.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm