“Tatuagem” electrónica analisa à distância os sinais vitais

Written by  //  14 de Março de 2013  //  Tecnociencia  //  No comments

tatuagem electronicaA medição de sinais vitais vai deixar de implicar uma ida ao médico. Uma “tatuagem” electrónica descoberta nos EUA conseguirá registar à distância os batimentos cardíacos, a temperatura e os níveis de esforços físicos e de desidratação do paciente.

Uma equipa de investigadores do Illinois, nos EUA, inventou uma “tatuagem” electrónica que permite medir à distância os sinais vitais dos pacientes. O circuito flexível deverá ser introduzido na superfície da pele, localização a partir da qual poderá recolher dados como batimentos cardíacos, temperatura e níveis de esforço físico e de desidratação.

A “tatuagem” é composta por eléctrodos, sensores e sistemas de comunicação sem fios, que permitirão medir e transmitir a informação. O aparelho, que se mantém na pele durante um máximo de duas semanas, está protegido por uma banda, de forma a evitar que seja removido durante as actividades do dia-a-dia.

Uma das principais utilizações do circuito, acredita John Rogers, um dos responsáveis pelo projecto, é a capacidade de monitorizar a recuperação dos pacientes após uma cirurgia. A aplicação da “tatuagem” permitiria que parte da supervisão durante o pós-operatório fosse realizada a partir da casa dos pacientes, reduzindo ainda o número de máquinas envolvido no processo.

About the Author

Cátia Soares

Estudante de Ciências da Comunicação. Sonhadora nata com vontade de aprender mais sobre o mundo e o jornalismo através de projectos tão (dez) interessantes quanto este.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm