Descoberta nos EUA alimenta esperança no tratamento da SIDA

Written by  //  29 de Maio de 2013  //  De Longe, Tecnociencia  //  No comments

cientistaEstão a ser registados avanços na exploração de novas terapias para o tratamento da SIDA. O estudo da Universidade de Pittsburgh traz agora uma nova esperança a milhões de pessoas.

Investigadores norte-americanos conseguiram descrever pela primeira vez a estrutura química do vírus VIH o que permitirá explorar novas terapias para o tratamento da doença.

O estudo, realizado pela Universidade de Pittsburgh (EUA), informou que durante muito tempo os cientistas tiveram dificuldade em decifrar o capsídio do VIH, estrutura da proteína que contém o material genético do vírus, pelo que estes avanços ajudarão a desenvolver novos medicamentos. Paijun Zhang, professora associada do departamento de Biologia Estrutural referiu esta quarta-feira que esta abordagem “tem a possibilidade de ser uma alternativa poderosa nas nossas terapias de VIH, que trabalham atacando certas enzimas, mas a resistência às drogas é um grande desafio, devido ao alto nível de mutação do vírus”.

Esta descoberta vai permitir novos tratamentos para esta doença que afecta milhões de pessoas em todo o mundo. Desde 1981, mais de 25 milhões de pessoas morreram de SIDA a nível global.

Portugal é o terceiro país europeu com mais novos casos da doença sendo que, no ano de 2012, as estatísticas apontavam para uma em cada três pessoas estarem infectadas com o vírus.

 

About the Author

Carolina Espírito Santo

Ribatejana, cheia de sonhos e força de vontade. Gosto de estar ocupada e da sensação de dever cumprido. Estudante de Comunicação Empresarial no ISCEM e com o «bichinho» do jornalismo.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm