Secretário de Estado do Tesouro pede demissão

Written by  //  7 de Agosto de 2013  //  Por Perto  //  No comments

Joaquim Pais JorgeJoaquim Pais Jorge pediu esta quarta-feira a demissão. No seguimento da polémica do caso swap, o secretário de Estado demissionário afirmou que não tem “grande tolerância para a baixeza que foi evidenciada”, no tratamento mediático do caso.

Pouco mais de um mês foi quanto durou o mandato de Joaquim Pais Jorge no Ministério das Finanças. O secretário de Estado do Tesouro pediu a demissão esta quarta-feira de manhã, depois da polémica com o seu suposto envolvimento num caso swap, que remonta ao Governo de José Sócrates, em 2005.

A SIC e a revista Visão divulgaram um documento que implicava o secretário de Estado do Tesouro, na proposta destes contratos swap, mas o Ministério das Finanças disse que esse documento foi manipulado. Na sua carta de demissão, Pais Jorge manteve a tese, dizendo que o documento com oito anos apresentado na comunicação social foi “falseado”, o que revela “um nível de actuação política”, para ele, “intolerável”.

O secretário de Estado garante que teve disponibilidade total para servir o país, mas acrescentou que “não tem grande tolerância para a baixeza que foi evidenciada” e que não tem de se “sujeitar a este tipo de tratamento mediático”. “É este lado podre da política, de que os portugueses tantas vezes se queixam, que expulsa aqueles que querem colocar o seu saber e a sua experiência ao serviço do país”, disse.

Joaquim Pais Jorge demite-se, para que todas as controvérsias a seu respeito não sejam usadas “como arma de arremesso político contra o Governo”. Acredita que Maria Luís Albuquerque é uma “pessoa excepcional” e sai do cargo para que o debate político não se afaste das questões centrais.

About the Author

Diana Rodrigues

Aspirante a Jornalista, estudo Ciências da Comunicação na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Apaixonada pela escrita e tudo o que ela envolve. Escrevo, leio e danço. Um caderno, um lápis, um livro e um mp3 são objectos essenciais. Fernando Pessoa dizia "Tenho em mim todos os sonhos do mundo", e apesar de não ter pessoas a viver dentro de mim, os sonhos também os tenho.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm