Cinco marcas de azeite afastadas do mercado após teste da Deco

Written by  //  27 de Agosto de 2013  //  Por Perto  //  No comments

azeiteDas 25 marcas de azeite analisadas, uma não era azeite e quatro estavam rotuladas como “azeite extra virgem” enquanto eram “azeite virgem”. As cinco marcas fora da lei foram retiradas do mercado, mas a ASAE diz que nenhuma põe em risco a saúde dos consumidores.

25 marcas de azeite foram analisadas pela associação de defesa dos consumidores Deco, cinco delas revelaram estar fora da lei, uma delas por fraude. As análises à marca “Alfandagh”, que se apresenta com o rótulo “azeite extra virgem” de origem biológica, revelaram “a presença de outros óleos vegetais refinados que não o originário da azeitona”, comprovando que o produto não é azeite. Já as marcas “Auchan” (DOP Moura), “É” (Continente), “Grão Mestre” e “Naturfoods”, que se apresentam com o rótulo “azeite extra virgem”, eram na verdade “azeite virgem”, estando mal rotuladas.

No teste efectuado pela Deco apenas as marcas “Dia Clássico” (Minipreço) e “Gallo Clássico” registaram excelente qualidade. Perante as contrariedades encontradas em cinco marcas, a associação de defesa dos consumidores declarou a situação á Associação de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) para que esta pudesse agir de acordo com a lei.

A ASAE garante que “procedeu a novas colheitas de amostras de mercado” e concluiu que seis amostras de azeite não estavam correctas, sendo que três “configuram situações relacionadas com fraude sobre mercadoria, por ter sido detectada a existência de azeite refinado”. A Associação não identificou marcas, mas informou que “todos os processos estão a seguir a sua tramitação normal, tendentes à retirada destes azeites do mercado”, devido à deficiente informação dada ao consumidor e à fraude económica. No entanto, a ASAE afirma que nenhum dos casos apresentados “é susceptível de pôr em risco a segurança e a saúde dos consumidores”.

About the Author

Florbela Lourenço

Vinda do interior do país, estudo Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa. Gosto de ler, escrever e observar o que me rodeia. Tenho como objectivo trabalhar na área do jornalismo, sobretudo em televisão e/ou imprensa.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm