Lojas procuram equipamentos em fim de vida para reciclar

Written by  //  27 de Outubro de 2013  //  Falando Disso  //  No comments

reciclarWorten, Pingo Doce e Auchan são alguns dos locais onde pode entregar aquele equipamento que tem em casa e que já não usa. Telemóveis, batedeiras, secadores de cabelo e até lâmpadas, o que se pretende é reciclar “aquilo que parece já não prestar para nada”.

Pegue naquele computador que já não funciona, ou naquela televisão que colocou de lado e leve-os até à loja onde os adquiriu. O mais certo é que essa mesma loja esteja à sua espera para dar uma nova vida ao seu equipamento. Ao todo, são 1 500 as lojas associadas à Associação Portuguesa das Empresas de Distribuição (APED), entre elas estão Ikea, El Corte Ingles, Lidl, Dia Portugal (Minipreço), Pingo Doce, Auchan, Fnac e Worten.

“Procuram-se equipamentos em fim de vida, recompensa – a reciclagem merecida” é o mote da campanha. O objectivo é fazer com que as pessoas levem até às lojas, onde se vendem equipamentos eléctricos e electrónicos, “aquilo que parece já não prestar para nada”, explica Ana Isabel Trigo Morais, directora geral da APED.

“Pretendemos que os consumidores, em vez de terem coisas lá em casa que lhes ocupam espaço e os incomodam no dia-a-dia, encaminhem esses equipamentos que já não têm vida, já não servem para nada, para reciclagem”, esclareceu. Ana Isabel afirma ainda que esta é uma forma de “ajudar o ambiente e contribuir para a sustentabilidade do nosso planeta”.

Na lista de equipamentos a entregar estão telemóveis, câmaras de vídeo, balanças, relógios, batedeiras, torradeiras, secadores de cabelo, ferros de engomar e até lâmpadas. Os equipamentos de grande dimensão também podem ser entregues, para isso basta contactar a loja para saber a melhor forma de o fazer.

About the Author

Florbela Lourenço

Vinda do interior do país, estudo Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa. Gosto de ler, escrever e observar o que me rodeia. Tenho como objectivo trabalhar na área do jornalismo, sobretudo em televisão e/ou imprensa.

View all posts by

Leave a Comment

comm comm comm